InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se



 


Compartilhe|

[Treinos] Kyros de Sagitário

MensagemAssunto: [Treinos] Kyros de Sagitário Seg Out 02 2017, 07:21






O Despertar Doloroso

O caminho para se tornar um cavaleiro é tempestuoso e esta foi a grande tempestade de Kyros de Sagitário.


Quando Kyros ainda jovem decidiu abandonar sua vida como civil para desvendar os mistérios do Santuário o garoto não sabia em que mundo havia ingressado, estava tão cativado pela oportunidade que acabou se metendo em uma guerra de 300 anos entre divindades. Embora aquela batalha decidisse o futuro da humanidade e que se Hades vencesse eventualmente o garoto sofreria os resultados da batalha, participar diretamente e saber de sua existência por si só já era um peso muito grande para uma criança. Sem uma figura paterna ou materna que pudesse lhe aconselhar o garoto passou a nutrir profundo medo de seu dever, algo que transbordou tanto em sua personalidade que não passou despercebido pela sua tutora que era a mesma amazona que o levou até lá. O medo do garanto acabou despertando o lado feminino mais puro da amazona: o instinto natural materno, que passou a vê-lo como além de um simples aspirante, era culpa desta o jovem estar ali por ter se metido em sua vida onde sequer havia necessidade e ela sabia que deveria prepará-lo bem pois não havia caminho de volta. O laço entre ambos se fortaleceu e Kyros passou a confiar nela e enxergar ali um substituto para sua família, um novo conforto e esperança.

Os frutos de anos de treinamento finalmente mostravam resultados, o garoto havia se tornado um adolescente e deixando para trás sua vida como criança. Seu crescimento lhe proporcionou um aumento natural de força e os ensinamentos de sua mestra sobre cavaleiros moldava seu intelecto. Finalmente estava pronto para não só ouvir sobre a cosmo energia, era chegada a hora de dar o próximo passo e ser capaz de sentir e utilizar de seu poder, este era o fundamento necessário para se tornar um cavaleiro e caso falhasse seu único destino seria se tornar um cavaleiro raso. A amazona tinha confiança em seu pupilo, não só o ensinou com o coração como também enxergava um talento bruto no jovem que devia ser lapidado por esta antes que ele atingisse a fase adulta. Pronta para aplicar-lhe o treinamento prático guiou Kyros até uma parede rochosa nas proximidades do Santuário (ainda dentro da barreira) e lá começou seu discurso:

O pequeno universo do seu corpo jovem nasceu de uma explosão que gerou essa energia em seu interior. Isto é o cosmo, Kyros.

As palavras eram confusas demais para o jovem, ele já havia estudado sobre a cosmo energia e tido lampejos do uso da mesma, mas não era capaz de controlar seu poder e desperta-la corretamente. Sua mestra sabia que o jovem não teria muito tempo para se acostumar com isto, se ele não mostrasse resultados imediatos enquanto a guerra ainda pairava de certo seria transformado em um mero soldado raso.

Mestra, essas palavras sequer fazem sentido para mim.

Você já é capaz de sentir mas não pode medir ou dominar o cosmo,
não é? Sinto que isto não seja por falta de capacidade sua garoto, é sua mente que está te privando de utilizar seu verdadeiro poder.
— Disse a amazona, pondo-se a suspirar logo após. — Talvez você precise colocar sua cabeça no lugar antes de avançar de verdade, mas quero que me observe atentamente.

A mestra do jovem elevou sua cosmo-energia e Kyros notou que um brilho intenso se formava em seu braço, logo após dando espaço a uma corrente de vento que cobria toda a extensão do membro, como se um tornado se formasse tendo-o como centro. Em seguida ela o encarou fixamente, como se estivesse a mirar no garoto, e de fato o fizera arremetendo o braço em direção a este rapidamente liberando uma rajada de vento cortante que não apenas jogou Kyros para longe como rasgou sua veste e criou uma ferida superficial no torço deste. Kyros não esboçou nada além de espanto com o súbito ataque, mas sabia que isto era apenas uma demonstração e não um ataque real pois se o fosse o garoto não estaria vivo para que pudesse se levantar uma vez mais. A mestra gentilmente estendeu-lhe a mão e ajudou-o a levantar, sabia que o garoto já tinha compreendido a situação e sua real intenção, Kyros era esperto.

Este corte rápido de vento é apenas uma técnica simples que você pode utilizar quando tiver certo domínio sobre seu cosmo. Qualquer aspirante que chegue ao ponto de controlar sua cosmo energia pode duplicá-la após vê-la uma vez. Guarde em sua memória o movimento que lhe mostrei e a sensação de receber o golpe com seu corpo e poderá fazê-la por conta própria.

Sim, não vou decepcioná-la. Irei superar minha limitação e lhe mostrarei um corte rápido tão forte quanto um seu com real intenção de atacar!

Fico feliz em ouvir isto e espero que cumpra com sua palavra. Isto encerra o ensinamento de hoje garoto. Quero que venha até este local treinar sua técnica todos os dias e me mostre as marcas do treinamento quando seu golpe for tão forte quanto o meu.

Ambos retornaram aos seus devidos aposentos após tal demonstração, a lição do dia havia terminado e era a hora do descanso merecido. O que Kyros não sabia, contudo, é que este fora seu último momento feliz com sua mestra. O Grande Mestre arquitetou uma investida ao Submundo e convocou os 12 cavaleiros de ouro e um grupo de guerreiros mistos da classe prata e bronze para adentrar os domínios de Hades e vencê-lo em seu próprio terreno. A mestra de Kyros foi uma das selecionadas para a participação e teve de partir de imediato, mas não antes de escrever uma carta a seu pupilo dizendo-o para continuar com seu treinamento. Na manhã seguinte Kyros encontrou a carta e começou a ter preocupações sobre a segurança da pessoa que lhe era mais próxima no Santuário, mas nada pudera fazer além de treinar como havia sido solicitado. Sozinho o jovem foi capaz apenas de melhorar suas capacidades físicas, não era capaz de progredir quanto a sua cosmo energia, foram poucas as vezes que lampejos de uso ocorreram e eram tão curtos que ele não conseguiu manter a sensação de usá-lo.

Uma semana se passou desde a partida de sua mentora e Kyros permanecia na estaca zero, foi capaz de superar barreiras físicas durante sua bateria de exercícios, ultrapassando seus recordes pessoais de velocidade e resistência, ainda que fossem progressos ínfimos e de pouca importância já que não era o aspirante mais notório nestes quesitos, apenas bem mediano. Sua preocupação era que sua cosmo energia ainda não lhe era palpável, ele não tinha encontrado a chave para esta fechadura e tudo o que pôde fazer foi espiar através desta em momentos isolados, em outros via uma profunda escuridão. Eis que neste dia durante a parte da tarde um grupo de cavaleiros feridos regressaram ao santuário com suas armaduras avariadas em diversos pontos, quase que perdendo sua vida. Era um número bem pequeno em comparação a vasta quantidade de guerreiros que foram mandados em missão e o jovem temia que o pior havia acontecido. Após o tratamento imediato dos feridos o relatório destes confirmou o temor de Kyros: A investida ao submundo falhou miseravelmente e a grande maioria dos santos dourados havia perdido sua vida. Apenas Ares e Câncer regressaram desta empreitada. O garoto foi procurar sua mestra dentre os sobreviventes mas não fora capaz de encontrá-la, não havia regressado com estes. O Grande Mestre discursou e transmitiu a informação aos guerreiros e aspirantes presentes e Kyros voltou para seu aposento com uma profunda dor no coração. Ele ainda nutria a esperança de que sua mestra estivesse viva e que voltaria para o Santuário em segurança, tinha de acreditar nisso e esperar por ela.

O garoto passou a intensificar seus treinos dia após dia, sempre desafiando os limites de seu corpo e mente, sempre esperando pelo regresso de sua mestra durante o dia e a noite, mas dias se passaram e talvez o pior de fato havia acontecido. A notícia de que o ariano sofreu sequelas permanentes após a batalha rondavam o santuário o tempo inteiro. Ver um da elite incapacitado em combate mexeu com o psicológico de muitos dos aspirantes que passaram a nutrir pouca ou nenhuma esperança. O Santuário periodicamente fazia rondas na região da batalha para colher informação dos abates e recuperar os corpos para fazerem as devidas homenagens até que um dia os últimos corpos regressaram ao local e dentre eles finalmente a amazona que treinou o garoto durante todo este tempo. Quando Kyros viu o corpo inanimado de sua mestra entrou em profundo sofrimento, o choque do forte sentimento uma vez mais despertou um lampejo de sua cosmo energia e o garoto se ajoelhou chorando amargamente, aquilo jamais iria fugir de sua memória.

Kyros finalmente havia recebido a chave para despertar seu cosmo sempre que o quisera: o sofrimento da merda. Para cumprir com sua palavra todos os dias o jovem retornava ao local onde sua mestra lhe mostrou seu ataque, tentando replicar dia e noite sua técnica que era a última lembrança que detinha com ela viva. Relembrou tantas vezes aquele momento que seu corpo por reflexo passou a fazer a duplicata exata do movimento sempre que se pusera a lembrar daquilo e o domínio de cosmo do rapaz aos poucos se fortalecera por conta própria. O Santuário não tardou a enviar-lhe um novo mentor, mas Kyros tinha problemas em se relacionar com este mais por receio de uma nova perda do que pelo método de treinamento, preferindo por continuar a treinar por conta própria na parte prática naquele local.

Dois anos se passaram desde então e Kyros era cotado como candidato a novo Cavaleiro de Ouro de Sagitário devido ao seu grande progresso e poder adquirido. Muitos dos aspirantes que havia conhecido já haviam cumprido seu rito e muitos se tornaram soldados rasos, poucos foram os capazes de ter a façanha de trajarem uma armadura sagrada. Kyros ainda mantivera o hábito de treinar naquela localidade onde agora era possível ver marcas de corte profundo nos rochedos, finalmente havia aprendido a técnica de sua mestra e, como ela mesma havia apontado, percebera que era de fato simplória. Percebendo que o aprendizado da técnica finalmente já havia se concluído e que de fato estava pronto para cumprir com sua palavra Kyros foi visitar o túmulo de sua mestra. Chegando no cemitério aproximou-se da lápide e deixou flores como homenagem. Ao ver o nome de sua mestra na lápide não se conteve e pôs-se a chorar lembrando dos tempos que tiveram juntos. Havia passado tanto tempo ao lado dela quanto pudera se lembrar com seus pais. Ao se recompor assumiu uma postura mais controlada e ereta, não queria preocupar o espírito de sua mentora.

Ainda que seja uma técnica simples eu acabei levando mais tempo do que a maioria para dominá-la. Talvez por significar tanto para mim eu tenha me cobrado a polir meus movimentos perfeitamente ao replicar em sua memória. Eu estou convicto que sou o aspirante que melhor a utiliza e por isto vim aqui lhe ver e demonstrar meu progresso. Não sei se ela está tão forte quanto a sua, o que sei é que sou o melhor usuário desta geração e me empenhei para isto.

Kyros recuou dois passos e concentrou sua cosmo energia em seu braço dominante, tal como sua mentora o fizera anos atrás para demonstrar ao jovem. A densidade do cosmo crescia gradualmente e uma poderosa corrente de vento se formava e orbitava no braço do rapaz. A força da corrente parecia tão forte que poderia se transformar em uma tempestade a qualquer instante, forte o bastante para fazer a folhagem das árvores serem sugadas até este e o gramado inteiro dançar de acordo com a rotação. Kyros olhou para o céu e em seguida arremeteu seu braço em uma velocidade surpreendente naquela direção, gerando uma rajada de vento cortante, de dimensão maior do que o próprio corpo do rapaz, que seguia linearmente para os céus. O guerreiro então se virou e caminhou para fora do cemitério enquanto as folhas que acompanhavam a corrente caiam como se fossem chuva. Aquela era a despedida de Kyros como pupilo e o surgimento de Kyros como um semelhante, o jovem havia passado pelo rito e em breve assumiria seu posto como um guerreiro de Athena.

Tempos depois Kyros finalmente viera a assumir o título de protetor da casa de sagitário, o jovem agora era um cavaleiro completo porém inexperiente. A lembrança da morte de um ente querido despertou em si o desejo de ser um guerreiro voltado a proteger seus colegas em combate assim como o famoso ariano que em sua geração foi o mais notório curandeiro das 88 constelações, queria aprender com ele o suficiente para ser hábil o bastante para seus aliados. Da casa de sagitário sob a visão de um céu estrelado, Kyros fez uma homenagem a amazona disparando uma falsa flecha em direção as estrelas. Sua vida como aspirante havia acabado, agora ele teria de trilhar seu caminho como um santo dourado.

valeu @ cács!



Técnica Utilizada:
 

Legenda:
Narração
Kyros
Mestra
MensagemAssunto: Re: [Treinos] Kyros de Sagitário Ter Out 03 2017, 14:41

Gramática: 65
Canonicidade: 85
Organização: 100

Total: 250 de EXP e 500 Loyalty
Corte Rápido: 1 ponto.

[Treinos] Kyros de Sagitário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo
Página 1 de 1

Tópicos similares

-
» Voltando aos treinos
» Reclamação e Primeiros Passos
» [Treinos] - Haruni Senju
» [Treinos Solo] - Zandrel
» Treinos - Bravado

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Saint Seiya Conquest :: Evolução :: Treinos-