InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se



 


Compartilhe|

Ficha - Kuri

MensagemAssunto: Ficha - Kuri Seg Nov 06 2017, 21:34

Nome: Kuri
Idade: 18 anos
Gênero: Masculino
Reino: Athena
Armadura/Sobrepeliz: Armadura de Prata de Orion
Grau da Armadura: Prata
Background: A história começa em uma vila antiga, nos arredores do santuário, em uma noite de inverno que seria como todas as outras, o vento gelado correndo pelo local trazia um visitante misterioso a vila, era uma criança vagando perdida, nunca se tinha visto olhar mais triste e perdido do que o dessa simples criança, ele não carregava nada, além de suas roupas rasgadas e sua mentalidade extremamente afetada. O garoto trazia em suas costas a dor de ter perdido sua mãe assim que nasceu, ela tinha a saúde frágil e morreu durante o parto, e o paradeiro de seu pai era desconhecido. O garoto foi criado por uma família de fazendeiros que o maltratavam, o fazendo trabalhar dia e noite, às vezes o alimentando. Até que quando completou seis anos, conseguiu fugir. O garoto passou um tempo fugindo de mercadores de onde ele roubava comida para sobreviver e de outras crianças que o julgavam por ser um andarilho, que só andava sujo. A única motivação do garoto em sobreviver era descobrir o motivo de ter vindo ao mundo, já que só conheceu a desgraça desde que chegou a ele, e também, encontrar o seu pai. Agora, ele chegava a essa vila, carregando tal dor e sofrimento que não seria justo a nenhum ser vivo.

Ao chegar à vila, Kuri foi surpreendido por um homem com um olhar espantado, ele aparentava já ter certa idade, mas mesmo assim era nítido que não era um homem qualquer.

- Hey, garoto... Não me diga... Seu nome é Kuri, não é? Mesmo depois de tanto tempo, você continua com o mesmo olhar perdido... Não posso acreditar, o que seu pai me disse então... Não era brincadeira!

- Sim, meu nome é Kuri, mas... Deve estar se enganando, eu não tenho pai, eu... Não tenho ninguém. Tais palavras saíram da boca do garoto, sem nenhum sinal de tristeza, nenhum sentimento era sentido nas palavras da criança, que continuava com seu olhar perdido.

Ao se aproximar do garoto, o senhor conseguiu perceber mais ainda o quanto aquele garoto tinha sofrido, sem que ele dissesse uma palavra, apenas o observando, observando suas roupas sujas e rasgadas, era nítido o quanto o garoto estava com fome e com frio, mesmo que não deixasse nada transparecer.

- Kuri... Há dois anos, o seu pai me procurou. Eu não posso te contar o motivo dele ter desaparecido, mas foi um pedido dele de que eu cuidasse de você. Procurei-te por toda parte, mas quem diria... O que seu pai disse era verdade. Há dois anos, ele me disse... Que você viria até aqui. Aquele homem... Realmente é surpreendente.

Ali, o futuro do garoto que jamais imaginaria tal cena acontecendo em sua vida, teria mudado. O homem era um conhecido da confiança de seu pai, que mesmo sem contar nada sobre o pai de Kuri, o acolheu. O garoto, que já não tinha mais nada o que perder, apenas aceitou a moradia e alimentos que o tal senhor o proporcionava. O tempo passava, e quanto mais passava um pouco mais Kuri se abria ao tal homem, o triste garotinho finalmente estaria se apegando a alguém. De dois desconhecidos, Kuri e o tal senhor passaram a ser como mestre e aluno, além de vários ensinamentos sobre a vida, o senhor ensinou tudo sobre cosmo para Kuri, e também algumas técnicas de luta.

Dias, meses, anos se passaram... E quanto mais o tempo passava, mais a evolução de Kuri para as lutas era perceptível, até o próprio velho se surpreendia cada vez mais, a aptidão do garoto para lutar era algo digno de atenção. Já quanto à mentalidade de Kuri, ele continuava alguém frio, distante, porém... Agora ele tinha alguém a quem agradecer. Durante todo o tempo que esteve junto de seu mestre, não teve um dia que Kuri não questionasse sobre seu pai, porém, o homem sempre lhe dava a mesma resposta: "Desculpe... Eu prometi que não contaria nada, quando fizer 18 anos, vá ao santuário, você nasceu para lutar, e se tornando um cavaleiro, com toda certeza descobrirá o paradeiro de seu pai."

Mais tempo se passou, Kuri completou 18 anos e seguiu os conselhos de seu velho, os dois já estavam íntimos e o garoto finalmente tinha achado alguém em que pudesse confiar, com a promessa de sempre o manter informado e visitá-lo, o jovem partiu para o santuário, e ali, recebendo a armadura de Orion, começaria sua saga.

Ficha - Kuri

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo
Página 1 de 1

Tópicos similares

-
» [Ficha] - Sora D. Pierre
» Ficha - Lord Lucario
» [Ficha] Ryujin
» FICHA Aurora
» Ficha Complexa: Nivel 02 -Hunter P. Sherbetsky - Doctor Druida

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Saint Seiya Conquest :: Personagem :: Ficha de Personagem-