InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se



 


Compartilhe|

[Treinos] Alexei de Cisne

MensagemAssunto: [Treinos] Alexei de Cisne Ter Out 03 2017, 21:00



O caminho pelo qual percorre a justiça, o cisne bate as asas
TREINO #01





O barulho seco do mármore sendo socado, soco após soco, por Alexei era mais um demonstrativo de sua determinação em melhorar seu combate. Desde que o Grande Mestre o havia convocado e incentivado a dar o melhor de si, uma chama se acendeu no gélido cosmo do cavaleiro. O sol nem despertara de seu sono e o loiro treinava arduamente desferindo golpes contra o inanimado objeto, tal qual fosse um perigoso inimigo. Seu objetivo era quebrar a pilastra (que nada sustentava) para que assim tivesse finalmente noção de sua força, não que isso fosse difícil, pois já diziam as lendas que os cavaleiros poderiam abrir fendas com um chute e cortar os céus com um golpe de seu punho. Contudo, o jovem não se sentia capaz de fazer tamanhas proezas, e chegava a achar que estavam realmente emperiquitando o valor para assim incentivarem os aspirantes.

Os golpes tinham firmeza e precisão, Alexei não errara um golpe e se o fizesse caçoaria de si mesmo até o fim dos tempos, porque afinal de contas uma pilastra não se move. Após diversas investidas, finalmente pôde sentir que a pilastra estava rachando (agradecendo aos deuses, pois achava que sua mão quebraria se continuasse assim), dando um sorriso de canto ao ver os pequenos fragmentos esfarelando-se. Respirou fundo e concentrando toda a sua força desferiu o mais forte soco que tinha dado até aquele momento, fazendo com que finalmente o monumento viesse a ruir.

- Parabéns, você levou quase uma hora para quebrar um pedaço de mármore. - uma voz feminina chamou a atenção. - Se fosse um inimigo de verdade, você já estaria morto.

Caminhando a amazona aproximou-se do cavaleiro de maneira ferina, como se a mesma fosse uma serpente que se prepara para atacar a vitima. O corpo esbelto e visivelmente definido da garota combinavam perfeitamente com os cabelos negros que caiam até os ombros, deixando sua máscara ainda mais visível. Sem introduzir-se como pessoa, ela se posicionou para o combate.

- Vamos, deixe eu te ensinar como se luta de verdade. - desafiou a amazona.

- Olha moça, não quero ser chato, mas não acha que seria injusto? - Alexei tentou explicar. - Eu estou aquecido e acabei de derrubar um objeto de mármore, eu levaria certa vantagem.

- Cale a boca e prepare-se para levar porrada!

Ferinamente a morena guerreira desferiu um golpe contra Alexei, que por reflexo e pura sorte veio a desviar. Mal sabia o cavaleiro de bronze que tinha quebrado um dos ensinamentos de seu mestre: "jamais subestimar seu adversário", mesmo que essa não tenha sido sua intensão.  Pensou em desculpar-se e tentar esclarecer a história, mas assim que abriu a boca para se explicar recebeu um belo soco na boca do estômago. Delacrouxe colocou a mão sobre a área que havia recebido o golpe e mais uma vez tentara se explicar, entretanto a amazona viera com uma sequência de socos, dos quais poucos Alexei desviou.

- Eu ficaria grato se me deixasse falar. - pediu o cavaleiro tentando ajeitar-se.

- Menos conversa fiada e mais ação! - gritou a mulher.

E mais uma vez voltou a atacar o cavaleiro de bronze, mas desta vez Alexei conseguira esquivar e tentou um falho contra-ataque. Rápida como uma víbora, a misteriosa garota conseguira se esquivar de forma tão ágil que chegou a distrair o loiro, pegando-o mais uma vez desprevenido e o atacando diretamente. Isso sucedeu-se repetidas vezes e a cada golpe a sensação de vergonha no rapaz era aumentada a ponto dele nem ligar para dor, apenas sentir a humilhação.

- Garoto, eu diria que você luta como uma mulherzinha. - debochou a amazona. - Mas eu só digo isso para quem luta maravilhosamente bem.

Após tais provocações a guerreira tratou de dar um chute no cavaleiro de bronze, que para a sua surpresa conseguiu segurar. A tensão se manteve por alguns segundos até Alexei jogá-la para o lado tentando usar sua força para que o impacto fizesse algum dano na mesma. Mais uma tática que dera errado, a garota de cabelos escuros como o ônix voltou a atacá-lo com a mesma técnica de combate vista pelo cavaleiro anteriormente. A essa altura, o francês havia notado que sua adversária movia-se apenas no sentido anti-horário para golpeá-lo e poderia usar isso a seu favor. O rapaz tentou aplicar uma rasteira quando sentiu que era a hora certa, mas como se pudesse ler seus pensamentos, a garota saltou e para maior surpresa elevou seu cosmo aplicando-lhe um poder até então desconhecido pelo cavaleiro que herdara a armadura de Cisne.

Alexei fora com tudo ao chão, seus pulmões sentiram o impacto do concreto com a queda e pressão exercida contra os mesmos sentia como se fosse explodir. Tentou reclamar, mas lembrou-se de que não haviam dito que não seria permitido usar o cosmo (para a falar a verdade nem tinham dito nada de forma precisa) e graças a isso colocou-se de pé outra vez.

Novamente a técnica de combate de sua combatente se repetia e graças a isso Delacrouxe bolou a melhor forma de acabar com isso, errou propositalmente o soco na amazona e quando ela veio a revidar o mesmo se agachou e com o cosmo elevado tratou de tentar congelar os pés da mesma. A Rajada Glacial na maioria das vezes era usada como um golpe mais ofensivo, mas naquele momento não via melhor saída para aquela interminável batalha. Assim que a crosta de gelo havia sido formada o cavaleiro de Cisne deu o seu melhor gancho içando a menina para o alto e quando estava prestes a cair deu-lhe um soco na boca do estômago.

- Tudo o que vai, volta. - disse respirando ofegante. - Mas isso foi uma boa batalha.

O jovem estendeu a mão para que a morena pudesse se erguer, era uma forma de dizer que ela lutava bem e ele reconhecia isso. Já de pé a amazona tentou mostrar seu orgulho, apesar de ter sido pega desprevenida.

- Você usou uma boa linha de pensamento, mas se eu realmente quisesse te matar, o teria feito. - disse em um tom ameaçador. - Você demorou muito para entender uma forma de combate que usei diversas vezes exatamente para ver se entenderia. O exército de Hades é impiedoso e se continuar nesse nível não vai passar de um peso morto, Cisne. Espero que entenda que estamos no meio de uma guerra e não num playground.

- Eu vou me esforçar mais.

- Assim espero, de qualquer forma, nos encontramos por ai. - disse a amazona se despedindo.
- Te surrar foi divertido até.

- Não vai me dizer o seu nome?

- Não precisa saber, você é só um cavaleiro de bronze.

Técnica Usada:
 


ALEXEI DELACROUXE
Santuário de Atena ● Primeiro Treino ● Cavaleiro de bronze

MensagemAssunto: Re: [Treinos] Alexei de Cisne Ter Out 03 2017, 21:34

Treino Concluído
Recompensa: 280 de Experiência e 560 Loyalty (+25% = 350 e 700)
+1 Ponto de Maestria em Rajada Glacial (1/10)

Considerações

Após analisar seu texto você recebeu as seguintes notas nos critérios avaliativos:

Gramática: 90 Pontos
Canonicidade: 90 Pontos
Organização: 100 Pontos

[Treinos] Alexei de Cisne

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo
Página 1 de 1

Tópicos similares

-
» [Campo de Treinos] - String'
» Voltando aos treinos
» Reclamação e Primeiros Passos
» [Treinos] - Haruni Senju
» [Área de Treinos] Kojiro

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Saint Seiya Conquest :: Evolução :: Treinos-